concertweb

Jaco traz à cena um show minimalista, à guitarra e voz. Aqui o Eu não é senão uma personagem improvável, impossível, dilatada entre todos nós. E é este Eu à deriva quem articula as relações no interior de cada canção, formando assim o mosaico sonoro/afetivo vindos do universo deste músico-filósofo-poeta.

“E minha história, onde está? Não posso reconhecê-la entre as outras, tão denso o seu entrelaçamento simultâneo.” Italo Calvino

 

Comments

comments

Responda